Entrevista com o Líder: Carlos Dog 2


Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Olá, jogadores!

Vamos continuar nossa série de posts onde entrevistaremos os nossos líderes… Hoje quem vai falar sou eu. Espero que gostem. :)

Nome: Carlos Agarie

Idade: 22 anos

Joga desde: 1996

Pokémon favoritos?

  • 1ª Geração: Dragonite
  • 2ª Geração: Houndoom
  • 3º Geração: –
  • 4º Geração: Heatran
  • 5º Geração: Haxorus

Tipos favoritos? Dragão e metálico.

Quantidade Atual de Badges: 7. Peguei algumas na época de Gold/Silver e duas aparecendo perdido em torneios de Ruby/Sapphire. Faz um bom tempo que não participo de ginásios…

Estilo de jogo? Bulky offense. Gosto de antecipar meus adversários e de manter minha estratégia flexível, podendo modificá-la durante a luta para poder reagir melhor contra sorte exagerada (“hax”).

O que faz fora da LOP? Faço engenharia elétrica na Escola Politécnica da USP. Já dei aulas particulares de matemática e física e fiz trabalhos de programação como freelancer. Gosto de estudar vários assuntos por conta própria como hobby e adoro mexer com tecnologias diversas. No momento, trabalho em um laboratório da USP com robôs autônomos.

História na Liga Pokémon

Meu primeiro contato com pokémon foi com uma versão Green que um conhecido estava jogando na Liberdade. Dei uma olhada, joguei um pouco. Mais tarde, com a “explosão” da franquia, comprei uma Red e um Game Boy Color e comecei a jogar, utilizando todo o tempo livre que uma criança de 9 a 10 anos possui.

Só quando entrei na Pokémon LAND que comecei a aprender melhor sobre o jogo e a moldar o estilo de jogo que mantenho até hoje.

No primeiro Desafio Unificado aos Líderes, no Animefestival ocorrido em janeiro de 2003, o Líder Fritz do ginásio dragão precisou voltar para o Rio de Janeiro no último dia e me deixou como substituto. Organizei e defendi as duas rodadas do dia.

Mais tarde, no primeiro Anime Friends, fui responsável pelo ginásio dragão. Resolvi modificar as regras e ser o primeiro a adotar algumas novidades: Esse foi o primeiro ginásio a utilizar pokémon level 100 nas versões Ruby/Sapphire, foi o primeiro torneio de duplas (multi battle) do país e também fui o único Líder a sair do unificado invicto.

Infelizmente, acabei me distanciando de pokémon por um bom tempo. Parei em 2005 e voltei em 2007, aparecendo em alguns torneios para rever o pessoal (ganhei duas insígneas assim!). Em 2009, fui chamado para ser um Líder de ginásio da LOP-SP e estou aqui até hoje. Atualmente, minha maior preocupação é com a organização da liga, onde sou eu quem montou o antigo blog e este site e que, junto do Hidro, marco os torneios e defino suas regras.

Uma dica para os novos jogadores: Pokémon é um jogo social. Fiz muitos amigos que mantenho até hoje, entre eles alguns dos Líderes de ginásio atuais e muitas, muitas outras pessoas. Não se pode apreciar o que esse jogo tem a oferecer sem fazer amizades, sem tirar um tempo para discutir sobre o metagame e relembrar boas partidas.

E para aprender a jogar bem, deve-se jogar muito. É claro que ver vários Líderes que jogam só nas LOPs conseguindo acompanhar o que os jogadores fazem e usam, além de continuar com suas prediction skills (e todas as outras habilidades) afiadas é estranho, mas lembre-se que todos nós jogamos há vários anos, de forma mais ou menos constante. Os princípios do jogo (como IVs/EVs, fazer trocas duplas, prever situações futuras) estão enraizados em nossas mentes. A única forma de atingir isso é praticando constantemente.

Gostaria de se tornar um redator da LOP-SP e escrever sobre Pokémon? Cadastre-se neste formulário!


Sobre Carlos Agarie

Joga Pokémon há quase 18 anos, além de Shin Megami Tensei, Final Fantasy e StarCraft. É o Organizador Principal da Liga Pokémon de SP e um dos Tournament Organizers nos eventos oficiais.


Deixe uma resposta

2 pensamentos em “Entrevista com o Líder: Carlos Dog

    • Carlos Dog Autor do post

      Eu praticamente não joguei a 3a geração (competitivamente). Entre 2005 e 2008 (+-), eu fiquei afastado de Pokémon.

      Acabei não gostando muito dos bichos dessa geração. :(