Resumo do Anime Friends, por Ciro Chocotone 3


Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Olá a todos os amigos e jogadores de pokémon desse Brasil. Nos ultimos dias 5, 6, 7, 8, e 12, 13, 14, 15 de julho tivemos em SP a 10a edição do (que deveria ser) maior evento de anime das Américas, o Anime Friends.
Como é de tradição a Liga Oficial Pokémon de São Paulo estava presente.

O evento

O evento ocorreu na faculdade cantareira, “próxima” ao metrô Belém na Zona Leste, um espaço reduzido se comparado aos anos anteriores.

O evento contou com diversas atrações e atividades, divididas em 4 blocos distribuídos em mais ou menos 10.000m².

Logo na entrada pudemos encontrar um estande gigante da escola SAGA. No local voce podia admirar as diversas artes em durepox (creio eu) e diversos pequenos campeonatos de PC, bem como uma quantidade de televisores de LCD/LED/PLASMA com diversos jogos para free-play para a alegria da galera.

Mas seu ponto forte foi a possibilidade do público poder desfrutar dos jogos dos próprios alunos da SAGA. Mesmo sendo demos e precisando de melhorias, estavam muito bons.

Também tinha aquelas mulheres chatas que pediam o cadastro das pessoas que passavam para sorteio de cursos e tudo mais, mas nem vale a pena o comentário pois dessa vez nem gostosas eram.

Na area reservada para es empresas, tivemos os seguintes estandes: COPAG, DRAGON computadores, DEVIR, PANINI, AreaE escola de mangás, SOFTNYX e mais uma editora que vendia revistas sobre jogos de computadores e coisas do tipo.

  • Na DRAGON computadores, voce podia apreciar um ótimo PC totalmente customizado e encomendar o seu proprio e jogar uma partida irada de Call of Duty em um computador de cinco telas.
  • A DEVIR estava com um pequeno estande com seus tradicionais card games e RPG’s e algumas mesas para ensinar e jogar seus produtos.
  • Na PANINI pudemos comprar e assinar seus diversos titulos de mangas e comics.
  • A SOFTNYX estava mostrando seus novos lançamentos com LoveRitmo e R2Beat com um palco com apresentaçoes e competiçoes de dança, e quem se cadastrasse e jogasse um pouco dos novos jogos tinha o direito a um sorvete melona, a um salgadinho glico (fui diversas vezes para comer salgadinho e sorvete de graça, o que me gerou uma grande quantidade de irmãos gemeos para cadastro).
  • A AreaE contava com alguns de seus professores fazendo ilustrações em estilo manga para quem tinha a paciencia de esperar na fila.
  • E a nossa parceira COPAG, que tinha um grande espaço com mesas para os jogadores de card game.

O outro bloco possuía dois andares…

O primeiro deles é onde ficaram as salas temáticas: pelo espaço reduzido, houve poucas. Foram cerca de 25 salas – apenas as mais tradicionais e/ou frequentes.

  • Tivemos a NParty em conjunto com a PSP-party, com diversos torneios de nintendo 3DS e PSP com prêmios muito legais e free-play de jogos antigos, em especial o nosso bom e velho nintendinho.
  • Dos mesmos reponsaveis da NParty – a Dance Party, uma sala onde apenas se jogava os jogos da série Just Dance. Se voce não é gordo e/ou gosta de passar vergonha e ridículo, essa era seu lugar
  • A sala de exibição de tokusatsu, onde ficava o dia inteiro passando séries antigas como Jaspion e Jiraya.
  • O clube de arco e flecha.
  • A Planeta Arena com os torneios de card game.
  • A sala medieval com várias guloseimas de época bem gostosas.
  • Uma infinidade de salas sem sentido que não valem a pena serem comentadas, quem quiser saber que entre no site do evento.
  • E a sala da LOP-SP, sem dúvida a melhor de todas.

No segundo andar tinha a área reservada para os estandes de venda, com diversas lojinhas com os mais diversos itens otakus e nerds, incluindo a loja onde compramos as pelúcias que foram premiação nos torneios da primeira semana. E para quem queria muitos mangás e quadrinhos, a GIGANTE COMIX BOOK STORE estava lá com todos os laçamentos e números antigos para quem precisava completar a coleção.

Ainda no segundo andar, onde ficam as quadras esportivas da faculdade, havia três atrações:

  • A batalha campal (ou esgrima medieval para os mais intimos).
  • Um rinque muito maneiro para a BWF, a Confederaçao Brasileira de Luta
    Livre, com varios lutadores com aquelas mascaras estilo mucha lutcha.
  • E os torneios de video game da press start.

Cada dia o evento providenciou uma atração especial para assim atrair o público ao seu palco principal como, por exemplo, os shows de cada noite com cantores japoneses, as diversas palestras com dubladores e donos de grandes portais e sites na internet e a grande sensação Paul Zalom, quem interpretava o Beakman (pena que sem o Lester ele não é tão engraçado).

Torneio da LOP-SP

Nos primeiros quatro dias foi feito o torneio unificado, onde os participantes tiveram a oportunidade de desafiar os líderes de ginásio de SP para concorrer as valiosas insígneas.

Clique aqui para rever as regras da primeira semana.

Na segunda semana tivemos o tão agurdado Battle Frontier, onde os jogadores se digladiaram ao longo de cinco horas de jogo, inclusive contra os próprios líderes de ginásio, para disputar uma vaga para a grande final do último dia valendo um Nintendo 3DS. Clique aqui para ver as regras do Battle Frontier.

Na quinta-feira dia 12 o vencedor foi o já conhecido Vinny, o atual e bi-campeão dos torneios do AF, mostrando que sabe o que faz. Na sexta-feira dia 13, o vencedor foi o joador Leelep, conhecido na internet mas que não jogava na LOP-SP.

Quem venceu no sábado dia 14 foi o Japan, um veterano nos torneios da LOP-SP, campeão do Desafio a Elite dos Quatro 2002 e ex-líder de ginásio.

No domingo resolvemos diferenciar o torneio, por livre e espontânea pressão dos nossos patrocinadores e apoiadores COPAG e Gaming do Brasil. Resolvemos fazer um torneio de grupos e as finais no próprio estande da COPAG. E o vencedor desta competiçao foi o Yan, o atual campeão do ranking Paulista.

Definidos os vencedores de cada dia, eles se enfretaram para concorrer ao grande premio: o Nintendo 3DS Midnight Purple, o mais novo modelo do 3DS. No final o grande campeão foi o novato em torneios Leelep, parabéns!

Mas nem tudo são flores…

Como é de praxe, todo ano a LOP-SP perde um membro. Dessa vez é o Carlos “Dog” Agarie. Ele irá embora desse país subdesenvolvido para ir aos EUA contrabandear muitos produtos para nós, e como desculpa para tal ele fingirá estudar em uma universidade perdida no meio das montanhas.

Mas não se preocupem, ele ainda fará alguns posts no site da LOP-SP, afinal ele é o único que sabe como mexer no blog (inclusive eu só redigi o texto, foi ele quem colocou no site, mas um dia eu aprendo a fazer isso).

E para suprir a necessidade de um líder cafajest… digo responsável e digno de representar a LOP-SP* foram convocados mais duas pessoas: Vinny, um ótimo jogador conhecido pelos seus triunfos nos últimos anos e Dih, outro grande jogador que sempre ajudou com boas ideias e nos acompanha há diversos torneios.

Nota do Dog: Eu não sou cajafeste. :|

Mesmo não sendo tão bons jogadores e organizadores quanto eu, temos certeza que eles irão repreentar a LOP-SP com dignidade e respeito (assim espero)

Considerações finais

Esse foi o Anime Friends de 10 anos, e como esperávamos, houve muitas surpresas. Como o próprio líder Danilo Gnomo comentou “realmente foi uma surpresa, mas no sentido negativo”. Para quem já foi em algum dos AF anteriores, estava acostumado a ver um evento gigante, com diversos lançamentos e atividades para nos entreter. As atividades mais tradicionais estiveram presentes, como os torneios de video games e muitos free-plays para o pessoal e os estandes – apesar da maioria vender as mesmas coisas em todos os eventos, estavam lá.

O que realmente fez falta foram as grandes empresas com lançamentos bombásticos. Das que estavam presentes, poucas apresentaram lançamentos significativos, sem mencionar as diversas outras empresas que não participaram do evento.

O espaço oferecido pelo evento foi realmente muito pequeno para o que se espera de um evento comemorativo de 10 anos. Tivemos os diversos shows internacionais que realmente foram muito bons, mas o AF é conhecido como o maior evento do ano deste tipo, e o que vimos foi simplesmente um evento como todos os outros. Um pouco maior que os eventos mensais, mas não foi o AF que esperamos todos os anos.

O preço dos ingressos tambem foi um fator determinante para a falta de público no evento, principalmente nos dias sem grandes atrações. Depois do nosso querido, delicioso e nutritivo Mupy (que também estava no evento) sofrer com a inflação e alta do dólar, foi a vez dos ingressos: estavam com um preço bem salgado, e nem houve a possibilidade de comprar aquele pacote de vários dias. Nenhum dos pacotes promocionais incluia todos os dias.

No balanço geral foi um evento fraco, mesmo se comparado aos eventos mensais. Com exceção das atrações internacionais como o Beakman, não justifica-se o preço do ingresso. Além disso, não foi um evento bom o suficiente para passar um dia fora de casa e se divertir (exceto se você fosse para jogar pokémon ou alguma outra coisa).

No final das contas, a melhor coisa foi a raspadinha de gelo a R$2,00.

A CPlay fez uma matéria sobre o stand da COPAG e no final do vídeo tem uma entrevista em que o Chocotone falou a respeito de nós. Dêem uma olhada!

Podem ver a matéria completa clicando neste link.

Escrito por Ciro Chocotone. Editado e revisado por mim mesmo.

Gostaria de se tornar um redator da LOP-SP e escrever sobre Pokémon? Cadastre-se neste formulário!


Sobre Carlos Agarie

Joga Pokémon há quase 18 anos, além de Shin Megami Tensei, Final Fantasy e StarCraft. É o Organizador Principal da Liga Pokémon de SP e um dos Tournament Organizers nos eventos oficiais.


Deixe uma resposta

3 pensamentos em “Resumo do Anime Friends, por Ciro Chocotone

  • Gustavo Braz

    Muito bom a matéria, o DS filmado de perto era meu XD.
    Dog, apesar do pouco tempo nesses 6 meses aqui em SP, parabéns pela organização e disciplina que manteve nos torneios. Te desejo uma boa sorte nessa sua nova jornada nos EUA.
    Valeu pela matéria, espero que todas a LOPs do Brasil a dentro, façam o mesmo.
    Boa Sorte para Vinny e Dih como líders GYM. Quem são os líders GYM atualmente da LOP-SP?
    Abs para todos os gamesplayers SP

  • Gustavo Rodrigues

    “Ele irá embora desse país subdesenvolvido para ir aos EUA contrabandear muitos produtos para nós, e como desculpa para tal ele fingirá estudar em uma universidade perdida no meio das montanhas.” HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHA!! Só o Choco mesmo!
    Btw, parabéns pros novos líderes. ^D