Pokémon VGC

Introdução ao VGC 21


Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

E aí, galera, tudo bom?

Sou LH Almeida, e esta é a minha primeira postagem para o site da LOP-SP. Minha especialidade é VGC. Apesar de não ser tão bom quanto gostaria, vou trazer para vocês diversos artigos diferentes, entre textos originais de team building e traduções de artigos, tudo para ajudar vocês a se tornarem melhores nesse metagame tão diferente do singles comum, que será usado em alguns eventos da LOP-SP — a começar por este sábado, 25 de janeiro, no Anime Dreams .

Para começar, sugiro que todos leiam o guia de Doubles que já temos aqui no site, já que muita coisa é semelhante. Lê lá, a gente espera.

Voltou? Que bom.

Vamos falar um pouco de VGC primeiro. VGC é a sigla para Video Game Championships, e é uma série de torneios oficiais regulamentados pela Nintendo. O ápice da carreira de um jogador de VGC é jogar o Mundial, que acontece sempre em agosto. Originalmente, só havia torneios de TCG, mas desde 2008, temos torneios para os consoles portáteis, sendo que hoje eles são divididos em 3 divisões:

  • Junior (para nascidos depois de 2003 – 11 anos ou menos);
  • Senior (para nascidos entre 1999 e 2002 – 12 a 15 anos);
  • Master (para nascidos antes de 1999 – 16 anos ou mais).

A ideia da Nintendo é nivelar os jogadores por idade, por isso todos os anos temos 3 campeões mundiais.

Para jogar o Mundial, os jogadores devem conseguir Championship Points através dos torneios regionais e nacionais que acontecem nos EUA, Europa, Austrália, Japão e África do Sul, além de torneios online organizados pela Nintendo.

Infelizmente, não temos ainda torneios no Brasil que dão Championship Points, mas isso não significa que nós não podemos participar. Se você tiver confiança suficiente na sua técnica e habilidade (e condições para isso), há um torneio Last Chance organizado pela Big N dois dias antes do Mundial, que dá 4 vagas por divisão para o torneio principal, que este ano será realizado em Washington DC, de 15 a 17 de agosto.

Além disso, todos os eventos da LOP-SP este ano contarão com algum torneio no formato, e você também pode jogar no Battle Spot, através do formato “Special”, com a chance de ganhar algumas das medals online.
Voltando a falar da forma de jogo em si, cada ano a regra muda, o que garante flexibilidade. O formato escolhido foi double battle.

As regras básicas do VGC são as seguintes:

  • Todas as batalhas serão em dupla;
  • Todos os Pokémon acima do nível 50 vão ter seu nível diminuído para este. Todos os Pokémon abaixo deste nível manterão o seu;
  • Cada treinador registra 6 Pokémon para disputar o campeonato, escolhendo 4 deles para entrarem na batalha depois do Team Preview;
  • Species Clause: Não pode haver dois Pokémon que tenham o mesmo número na Pokédex.
  • Item Clause: Não pode haver dois Pokémon com o mesmo item equipado;

Como eu disse acima, cada temporada tem uma ou outra regra diferente. As regras do VGC 2014 são as seguintes:

  • Só podem ser usados Pokémon que estão na Coastal Kalos, Central Kalos ou Mountain Kalos Pokédex (a lista completa dos Pokémon pode ser encontrada aqui);
  • Só podem ser usados Pokémon que nasceram em Kalos, identificados pelo pentágono azul;
  • Mewtwo, Xerneas, Yveltal e Zygarde estão banidos.

Caso vocês queiram ler o documento completo com as regras, ele pode ser encontrado aqui (em inglês).

Como vocês podem ver, não há regras tão conhecidas, como Evasion Clause, Sleep Clause e OHKO Clause, fazendo com que quem não está acostumado com esse formato se irrite demais quando algumas coisas acontecem (como seu time todo ser colocado para dormir).

Outra grande mudança a ser notada é a Item Clause. Quando você não pode repetir o item em mais de um Pokémon, você tem que ser criativo, especialmente quando temos dois Pokémon com funções semelhantes, e ambos se beneficiariam de itens como Life Orb. Além disso, como os itens não podem ser passados de geração pra geração (e nem temos o PokéBank disponível ainda), a única Gem disponível é a Normal Gem, já que nenhuma das outras pode ser encontrada in-game.

Em outro artigo, falarei de detalhes que podem ajudá-lo a melhorar seu jogo, mas o primeiro conselho que dou aqui é que todos pratiquem para aprimorar a leitura do Team Preview. Diferentemente do Doubles da Smogon ou do Singles 6×6, no VGC você não usa todos os seus Pokémon. Isso significa que você pode deixar de lado algum monstrinho que seria um peso morto no time, ao se analisar o time adversário. E levando em conta que ele também escolherá apenas 4 de seus Pokémon, você pode perder ou ganhar a batalha na decisão de quais Pokémon levar.

Observe bem, analise com cuidado, veja quais Pokémon do seu adversário podem dar trabalho a você e escolha seus quatro baseando-se nisso. Se não há nenhum Pokémon no time adversário que tenha fraqueza contra lutador, por exemplo, pode deixar seu Conkeldurr de lado. Por outro lado, se você perceber que o time adversário usa de Trick Room, leve seu Amoonguss, ele vai adorar colocar todo mundo pra dormir.

Enfim, a curva de aprendizado do VGC é um pouco diferente da do Singles, especialmente se você já é um treinador com hábitos e vícios do formato mais comum, mas é uma modalidade divertida de se aprender.

E então, o que está esperando? Monte seu time de VGC, batalhe no Battle Spot e venha jogar conosco na LOP-SP!

Gostaria de se tornar um redator da LOP-SP e escrever sobre Pokémon? Cadastre-se neste formulário!


Sobre LH Almeida

LH Almeida joga Pokémon desde 96, competitivo desde 2001, e continua tentando ser o melhor, como ninguém nunca foi, especialmente em VGC. Sua maior paixão é breedar Pokémon e não tá nem aí pros shinies (exceto Umbreon e Pachirisu). Ele também é árbitro de futebol americano, editor do Mile High Brasil e trabalha como tradutor.


Deixe uma resposta

21 pensamentos em “Introdução ao VGC